Artigos Glass Journal

|Album Review|

Only Real ­- Jerk At The End Of The Line

 7/10 



Niall Galvin chegou-nos como Only Real em 2013 com o EP Days In The City, composto por quatro canções com uma vertente mais garage e underground do que o trabalho que agora nos apresenta. O lançamento deste álbum foi um processo trabalhado por Niall, e foram sendo apresentadas canções, presentes neste longa duração, antes do lançamento do mesmo. Este é um aspeto que criou algum incómodo junto das pessoas, visto que, o álbum estava "encomendado" há muito tempo e os singles já eram todos conhecidos do público, antes deste lançamento. De qualquer maneira, nós não nos "incomodámos" e procurámos elucidar-nos sobre quem é Only Real.

Only Real é um projeto solarengo, com sede na cidade chuvosa de Londres. É também ele um paradoxo difícil de definir. Se na atitude encontramos paralelo com o canadiano do momento Mac Demarco, a nível musical as suas influências são mais diversas. Conseguimos identificar sonoridades típicas do indie, melodias de guitarras prolongadas (à semelhança de Mac Demarco e seu amigo, Alex Calder), batidas à brit-pop, traços identitários de uma espécie de pop ácida e psicadélica e somos surpreendidos por raps descarados. A capacidade irónica e paradoxal que o relaxado Only Real apresenta é também um ponto importante ( "I stay asleep to stop the worst, think it might not be the weather, and I lay defeated not the first, but this time things ain't getting better (...) And I hope that you joked, in new ways that you could choke" é um excerto emocional e escuro da animada e colorida "Can't Get Happy"). Tudo misturado e está criado um álbum com canções muito interessantes (“Pass The Pain”, “Cadillac Girl” e a já referida “Can’t Get Happy”) mas que não atinge a genialidade. De qualquer das maneiras, a tentativa do jovem londrino é muito refrescante.


Texto: Eduardo Antunes

Sem comentários:

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Com tecnologia do Blogger.