|Concert Reviews|

YUCK – INDOURO FEST – 2ºDIA



O segundo dia da edição de estreia do festival gaiense começou com mais um cancelamento, desta feita, dos ingleses Toy. Assim sendo, os britânicos Yuck passavam a ser o maior nome do chuvoso dia 3 de maio, na Serra do Pilar. Estes dois fatores levaram a que houvesse pouco público neste segundo dia do certame, mas pouco depois dos Yuck começarem o seu concerto, o público foi-se compondo chegando às poucas centenas de pessoas.
Os britânicos foram dos nomes que mais se encaixam no público-alvo indie a que o Indouro Fest pretendia chegar, e levaram à Serra do Pilar músicas dos três trabalhos que já editaram. 



Entre as músicas, destacamos o tema de maior sucesso dos britânicos: "Get Away", um clássico da banda de Londres, que chegou a ser uma das maiores esperanças do indie rock. Em "Middle Sea" originou-se um pequeno mosh, que voltaria a surgir em "The Wall", mas que devido ao pequeno número de espectadores não se desenvolveu.
Max Bloom, que ocupou a vaga de vocalista principal depois do abandono de Daniel Blumberg da banda, ocupou-se de entreter os presentes enquanto os instrumentos eram ultimados. Assim, ouviram-se vários "f*ck the rain", e também chegou a haver lugar a disputas entre a capital portuguesa e a cidade portuense, quando Max Bloom disse "Porto is so much cooler than Lisbon" e  "Lisbon sucks", comentários que depois fez questão de referir que eram uma simples brincadeira.
Para o fim do concerto ficou "Age of Consent", a música dos New Order que os Yuck têm tocado nos seus concertos, à semelhança do que tinham feito na última edição do Vodafone Paredes de Coura.
Com o fim do concerto veio um grande temporal, mas ficou a certeza que os Yuck têm o seu nome gravado na história da música alternativa em Portugal.


Fotografia: Francismo M Soares (https://www.flickr.com/photos/franciscomoraissoares)
Texto: Eduardo Antunes

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.