Super Bock Super Rock |3º Dia|




Hoje encerra-se mais uma edição do Super Bock Super Rock, que se marcou pelo regresso a uma casa conhecida, o Parque das Nações. Vê, aqui, os nossos destaques do terceiro e último dia do festival.

Modernos, projeto de 3 dos membros dos Capitão Fausto: Salvador Seabra, Tomás Wallenstein e Manuel Palha. Revestem-se de uma sonoridade mais garage e improvisada do que a banda-mãe. 



Palma Violets, banda londrina de indie rock e garage que trará a Portugal o seu álbum de 2015, Danger In The Club, mas que também passará pelo bem recebido 180, de 2013.



Unknown Mortal Orchestra, com o eletrónico Multi-Love recentemente editado, a banda de raízes americanas e neo-neozelandesa, dará uma nova pintura a temas de rock psicadélico e de natureza lo-fi, que criou em anos anteriores, como "So Good At Being In Trouble" e "Ffunny Ffrends".





Rodrigo Amarante, brasileiro com grande experiência em bandas como Los Hermanos e Little Joy, chega a Portugal a solo com o seu aclamado Cavalo, álbum de 2013, e que lhe valeu comparações a grandes nomes da folk e do universo dos singer-songwritters como Devendra Banhart, Caetano Veloso e Marcelo Camelo, que estará neste último dia do festival com a Banda do Mar.





Crystal Fighters, banda londrina formada em 2007, que chega ao Parque das Nações com 2 álbuns editados: Star Of Love, de 2010, e Cave Rave, de 2013. Espera-se um concerto animado de música com elementos de folktronica, alternative dance e synthpop.




FFS, supergrupo formado este ano, que junta os elementos da banda escocesa Franz Ferdinand aos veteranos Sparks. Trazem a Portugal o seu álbum homónimo, mas também muitos dos êxitos do percurso individual de cada banda.












Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.