TRC ZigurFest #4

Nesta última publicação, exploramos as restantes 5 bandas/projetos que irão atuar no dia 29, que são: Cave Story, azul-revoltoSabreTresor&Bosxh e Mandíbulas.

Cave Story



A banda de Caldas de Rainha, Cave Story, chamou atenções no último ano, tornando-se uma das bandas portuguesas mais esperadas neste TRC ZigurFest, mas também uma das bandas a quem se auspicia um grande crescimento. Este trio português, criado em 2013, é constituído por Gonçalo Formiga (guitarra e voz), Pedro Zina (baixo) e Ricardo Mendes (bateria). No ano seguinte lançaram o single "Richman", em homenagem a Jonathan Richman, célebre músico de protopunk americano. Foi com esta música que foram parar ao radar da indústria musical portuguesa, tendo lançado, via online, o seu primeiro EP. Chama-se Spider Tracks, e conta com uma música que reforçou a posição dos Cave Story na cena musical. Vê aqui em baixo "Southern Hype", cujo video-clip foi disponibilizado ainda este ano.




Facebook: (https://www.facebook.com/cavestoryband/timeline)



azul-revolto


Hugo Barão é azul-revolto, mas à sua composição junta-se também a produção de Manuel Guimarães e a masterização de José Silva, e é este trio que se vê nos concertos de azul-revolto. Com o selo da ZigurArtists chegou no fim do ano passado o primeiro EP, intitulado Ouija. Música eletrónica aprimorado, que revela mestria e talento dos membros deste projeto, que não tem grandes paralelos em Portugal. Azul-revolto tem uma sonoridade eletrónica com elementos r&b, circulando em universos do pós-dubstep e da soul, carregados de muito experimentalismo. Assim, é fácil unir este projeto de Lamego a artistas "alienígenas" como Fka Twigs e Arca, mas também à eletrónica de Four Tet e à acalmia da melodiosa voz de James Blake. Esta viagem pelas profundezas do oceano que azul-revolto provoca calha bem em qualquer ambiente, e não será de se esperar menos no TRC ZigurFest.





Facebook: (https://www.facebook.com/azulrevolto?fref=ts)
Bandcamp: (https://zigurartists.bandcamp.com/album/ouija)



Sabre


Sabre é um misterioso projeto português de música eletrónica e de música de dança. Toda a disposição de informação está disposta de um misteriosismo, que leva a que o seu concerto no TRC ZigurFest 2015 seja muito antecipado. São também raras as vezes que este projeto aparece, contando-se poucas aparições e, por isso, os Sabre carregam, assim, um sentimento de exclusividade, que poucas bandas e/ou projetos podem almejar. Sabe-se que os Sabre são Bruno Silva e Carlos Nascimento, que já andam juntos na música há bastante tempo. Também se conhece os 3 EPs que lançaram, por editoras como Clone Royal Oak ou a Tasteful Nudes. Certo é que o Palco Castelinho se tornará uma pista de dança de música eletrónica com algumas influências orientais.




Facebook: (https://www.facebook.com/sabrebeat/timeline)
Soundcloud: (https://soundcloud.com/sabre-6)





Tresor&Bosxh



Tresor&Bosxh são uma dupla eletrónica da cidade de Barcelos, composta por C. Ricardino, de outros projetos como Biarooz e Ratere; e Tiago Rosendo de Johnny Sem Dente e também de Ratere. A dupla surgiu devido à sua vontade de explorar a sua eletrónica e,assim, ter uns fins de tarde bem passados. O resultado está a vista de todos: eletrónica espacial, composta pelo jogo de sintetizadores, que está disponível para audição, na integra, no EP homónimo da dupla. O trabalho apresenta apenas duas faixas, mas o EP supera os 20 minutos. É de esperar uma descontração que só abona em seu favor, e nos prepara para receber a sua música cósmica de braços abertos.
Bandcamp: (https://tresorbosxh.bandcamp.com/releases)




Mandíbulas


O projeto Mandíbulas resulta de um encontro feliz entre o percussionista Carlos Godinho, com outros projetos no currículo como Zarabatana e Quem;  o trompetista Yaw Tembe  que também fez parte a Zarabatana, e se celebrizou em outros projetos como Gume e Criatura; e Ethan Heil, um norte-americano assumidamente possuído pelo semba angolano. A música deste trio é assim uma verdadeira música do mundo, que vai desde o jazz e o rock anglo-saxónico a ritmos latinos e a percussões africanas. É também uma capacidade de alegrar com a sua sonoridade soalheira e colorida, que os Mandíbulas poderão fazer vibrar o TRC ZigurFest.


Facebook: (https://www.facebook.com/Mandibulasmusic/timeline)
SoundCloud: (https://soundcloud.com/mandibulas

Textos: Eduardo Antunes

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.