Artigos Glass Journal

|Underrated Portugal #3|

Underrated Portugal - The Rite of Trio


Nome:  
The Rite of Trio 

Gérero: 
Jazz Jamba Core

Duração:
2012 - Até ao momento

Membros: 
André Silva – Guitarra e Pedra de Rosetta
Filipe Louro – Contrabaixo e Visão de Tunel
Pedro Alves – Bateria e Giroscópio


Nesta terceira edição de Underrated Portugal apresentamos o grupo de de jazz composto por André SilvaFilipe Louro e Pedro Alves. Estes jovens músicos conheceram-se na ESMAE, durante o primeiro ano do curso de jazz. Aventuraram-se num projeto onde tocavam standards de jazz, mas que eventualmente acabou. Em 2012 decidiram ir ao festival 12 Points, que nesse ano teve a amabilidade de decorrer no Porto, cidade natal da banda. Segundo estes foi aí que se deu um "13 de maio" (aparição de Nossa Senhora de Fátima), mas numa vertente pagã. Para saberes mais sobre o início do projeto deixamos em baixo o link de um vídeo que a banda fez de forma a explicar o seu início, que consideramos muito cómico e bastante instrutivo.


            

Este trio musical que se rege por uma vertente diferente do tradicional jazz, segue uma linha de inspiração também muito diferente do normal. Tentamos então saber mais e obtivemos a confirmação. Segundo a banda o processo criativo vai desde "arcar estantes, fazer pequenas deambulações no nevoeiro matinal, navegar no mundo do tradutor do Bing, pensar e analisar cloacas" (recomendamos que leiam o que se encontra no link da palavra, que vale muito a pena). Standards da música brasileira; semi-deuses do jazz; estantes numa trajetória sub-orbital; cães a correr; Keith Jarrett pós-moderno; Machaquito; patos e ornitologia variada. Tudo isto faz parte do imaginário deste trio. 


Para podermos ainda navegar e explorar mais o imaginário deste projeto portuense, expomos aqui como é que surgiu o nome The Rite of Trio. Cada uma das palavras representa algo de muito influente para a banda, o "The"  dizem que provém da banda The Smiths, "Rite" é retirado da música “The Rite of Spring”, pertencente à obra do compositor Igor Stravinsky. Para a palavra "of" seria de esperar não ter significado, mas esta vem da influência que os The Offspring têm na banda. Por fim "Trio" não surge por serem apenas 3 elementos, mas sim pelos álbuns/gravações/discos "Art of the Trio" do pianista Brad Mehldau.


Deixamos ainda algumas opiniões que revistas/sites foram expressando sobre este que é um dos projetos jazz mais conceptuais do pais. 

"[...] cruzam, com proficiência, ironia e absoluto desprezo por convenções, jazz, metal, pós-rock e math rock, saltando sem aviso entre estilos e atmosferas diversas." 5/5 estrelas - TimeOut Porto 

“São os mestres incontestados do jambacore, seja lá o que for essa merda. São tão putos e tocam tão bem que até dói.” - Bitaites, por Rui Eduardo Paes, editor da Jazz.pt



Sem comentários:

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Com tecnologia do Blogger.